segunda-feira, 26 de maio de 2014

Depressão é principal doença da adolescência

 
  Jovem de 16 anos que luta contra a depressão Fabio Seixo

Muitos jovens ficam sem diagnóstico, pois sinais se parecem com problemas típicos da idade, dizem especialistas


“Fico muito triste de repente. Para aliviar essa tristeza, cortava a pele, me queimava, me mordia. Fiz isso várias vezes”. O relato é de uma jovem de 16 anos, a caçula da família. Ela vive uma rotina difícil, com pai alcoólatra, além de mãe e irmã mais velha dependentes de drogas. No colégio, a delicada situação familiar serve de motivo para o bullying, o que a levou a se isolar na biblioteca durante o recreio. Diz não ter amigos. Passa o intervalo lendo, gosta de romances como os de John Green, mas não consegue se concentrar, e seu rendimento escolar caiu.

O psiquiatra que a atende na Santa Casa de Misericórdia do Rio, Gabriel Landsberg, conta que ela sofre de depressão e ansiedade. Embora seu ambiente desestruturado colabore, as crises depressivas são comuns nesta fase. Um novo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) revela que esta é a principal causa de doença entre jovens de 10 a 19 anos. O tratamento precoce é a melhor forma de prevenir problemas graves no futuro, não apenas de adolescente, mas de adultos, e por isso foi tema de mais uma edição da série Encontros O GLOBO Saúde e Bem-Estar, na Casa do Saber O GLOBO.
- A automutilação não ocorreu para chamar atenção nem foi, de fato, uma tentativa de suicídio. É que a dor física era mais suportável do que a emocional - explica Landsberg ao falar sobre a menina. - Há muitos adolescentes sem diagnóstico porque não pedem ajuda. Os pais acham que os sinais são típicos da idade.

Uma dor que permanece oculta
Isolamento, irritabilidade, rebeldia, melancolia. Características consideradas típicas da adolescência podem ser indícios de uma depressão. A psicanalista Sara Kislanov, palestrante dos Encontros, acrescenta que o jovem passa por modificações hormonais, está em busca de uma identidade e tem a perda de idealizações, por exemplo do corpo ideal, que podem se transformar em conflitos mais sérios.
- É um momento muito sofrido, de muitas perdas, que provavelmente contribui para o aumento do índice de depressão - afirma.

Há pouco mais de um ano, Vinícius Brandão teve a doença. Mudou-se de cidade, ficou desempregado, tinha saudade da vida anterior. Sentia-se sozinho e isolava-se cada vez mais. Conseguiu sair desse ciclo vicioso com a ajuda médica.

- Na terapia acabei descobrindo que tive depressão desde bem novo. Era tímido, gordinho, me sentia excluído, sofria muito bullying - comenta o jovem, que hoje planeja realizar um documentário sobre a doença. - Descobri que há muita desinformação sobre o tema, muitos acham que é uma frescura.
Chefe da psiquiatria infantil da Santa Casa, Fábio Barbirato destaca que 12% dos jovens de 12 a 18 anos sofrem de depressão, enquanto esse índice não chega a 10% entre adultos. Além disso, 77% dos adultos com depressão tinham histórico de sintomas também na infância ou adolescência.
- Há riscos graves de uma depressão não tratada, entre eles, evasão escolar, abuso de álcool e até suicídio, a terceira maior causa de morte entre adolescentes - exemplificou o psiquiatra que está reestruturando o ambulatório da Santa Casa para receber até 80 crianças e jovens com depressão. - A doença pode ser grave, mas às vezes é vista como um mal menor.

No Brasil, 21% dos jovens entre14 e 25 anos têm sintomas indicativos de depressão. Entre as mulheres, a proporção é de 28%, segundo dados do 2º Levantamento Nacional de Álcool e Drogas, realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

- Notamos ainda que o álcool estava relacionado ou ocorria ao mesmo tempo em que o jovem contava que se sentia deprimido ou pensava em atos suicidas - ressalta Ilana Pinsky, professora da Unifesp e uma das coordenadoras do estudo, que ainda explica: - O álcool é um depressor do sistema nervoso central, além de estimular atos impulsivos.

Além do abuso do álcool, outro fator que preocupa quando o tema é depressão ou ansiedade é o uso de medicamentos. Não à toa, a FDA (agência de remédios nos EUA) e o Instituto de Saúde Mental do país pedem maior cuidado na prescrição de adolescentes. Na verdade, o alerta deve ser geral, defendem especialistas. O uso de antidepressivos e ansiolíticos é recomendado para casos específicos e pode causar dependência. Mesmo assim, uma legião de pessoas parece não se importar com os riscos.

Medicamento para quem precisa
Para se ter uma ideia, na comparação entre abril de 2010 e abril de 2014, a venda do popular ansiolítico Rivotril cresceu 25% (de 40,3 mil unidades para 50,3 mil), segundo levantamento feito pelo IMS Health a pedido do GLOBO. Isso torna o país o segundo maior consumidor desse medicamento no mundo. Além disso, a venda de antidepressivos cresceu 7% na comparação entre abril deste ano e de 2013; e atingiu o montante de R$ 2,2 bilhões só em abril passado.
- O tratamento da depressão não se restringe à prescrição de remédios. Eles têm efeitos colaterais sérios, e digo sempre que a cura não pode ser pior que a doença - afirmou o psiquiatra Marco Antonio Alves Brasil, palestrante dos Encontros.


O psiquiatra, assim como Ilana Pinsky, admite que há casos em que os remédios de fato ajudam. É o que também busca lembrar Karen Terahata, de 38 anos, diagnosticada com depressão e síndrome do pânico. Ela hoje mantém o blog “Sem Transtorno” para esclarecer “pontos negros” sobre essas doenças. E o uso de medicamentos é um dos principais:
- Um dos meus objetivos com o blog é quebrar preconceitos, entre eles o da medicação. Claro que nem todos devem usá-la, mas eu mesma resistia ao uso pelos medos criados na sociedade: de que causam dependência, são a falsa pílula da felicidade, e por aí vai. Hoje tenho uma qualidade de vida que não tinha.





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  oglobo.globo.com

Em greve, servidores do Samu ocupam pátio da Secretaria da Saúde

Protesto começou na manhã desta segunda-feira (26).
Greve foi iniciada no dia 27 de março e segue por tempo indeterminado.

Em greve, servidores do Samu ocupam pátio da Secretaria da Saúde (Foto: Daniel Soares / G1)

Creca de 50 servidores de várias categorias que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que estão em greve há 60 dias estão realizando um ato de protesto nesta segunda-feira (26). Eles ocuparam o pátio da sede da Secretaria de Estado da Saúde, no Centro de Aracaju, e pedem respostas do Governo. Durante esse tempo da paralisação a média que era de 500 atendimentos diários caiu para 250.

 “Hoje, chegamos cedo com o objetivo de conseguir uma reunião com a secretária. Como não tivemos sucesso, decidimos tomar a secretaria. Só sairemos daqui quando resolverem a nossa situação. Na semana passada, tivemos uma audiência no Ministério Público do Trabalho e nem a Fundação Hospitalar de Saúde e nem o Governo tinham uma proposta para nós. Fizemos uma contraproposta e não nos deram resposta”, explica Flavia Brasileiro, presidente do Sindicato dos Enfermeiros.

Flávia disse ainda que eles estão dispostos a passar dias no local. “Se for necessário vamos continuar aqui, precisamos conversar com a secretária. O efetivo continua trabalhando, mas o número foi reduzido para 40%. A prioridade é atender quem está na rua ou quem está em risco iminente de morte. Se for algum caso que possa esperar, irá esperar”, adianta.

 De acordo com Adilson Ferreira, presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulâncias do Samu, 59 viaturas e 4 motolâncias são destinadas ao serviço de socorro em todo o estado de Sergipe. “50% do efetivo das motolâncias estão trabalhando, 60% dos funcionários da UTI móvel também continuam na escala. Já nas ambulâncias de atendimento básico o efetivo é de 40%”, garante.

Os profissionais em greve incluem, além dos condutores, técnicos em enfermagem, enfermeiros, telefonistas e operadores de rádio, setor administrativo e de esterilização de materiais.

Os condutores de ambulância pedem melhores condições de trabalho, além de um reajuste de cerca de 21%, que representa a reposição inflacionária do período de 2012 até agora.

“O nosso salário é de R$ 622 e tem gente que recebe bem menos que isso, por conta dos descontos. A mesa de negociação aberta com o Estado em 2012 foi fechada pelos governantes sem resolver o problema e nem dar satisfações aos servidores”, destaca Ferreira. Segundo ele, a secretária de estado da saúde Joélia Santos havia se comprometido em se reunir com a categoria no início desse mês, o que não teria sido cumprido.

A Secretaria de Estado da Saúde informou no fim da manhã que o Comando de Greve já foi recebido pelo governador do Estado, Jackson Barreto, secretário da Casa Civil, Zezinho Sobral, secretária Joélia Silva Santos, secretário da Seplag, João Augusto Gama, pelo diretor geral da FHS, Hamilton Santana, com canal de diálogo permanentemente aberto.

Quanto às reivindicações estruturais, a FHS garante que já realizou um cronograma, seja de reforma física, quanto de reparação das ambulâncias, e que vem sendo cumprido, a exemplo das bases de Monte Alegre, Porto da Folha, PRF, Areia Branca e Canindé, além das adequações da base do Siqueira e a entrega de parte de EPIs, materiais e manutenção das ambulâncias, inclusive com colocação de ar condicionados e luz de cena.  Além disso, o Governo do Estado conseguiu 8 novas ambulâncias para o serviço.

Com relação às questões financeiras, a assessoria informou que não há como realizar uma negociação a parte, já que dentro das sinalizações para renegociação, estão impactos financeiros, atrelados à resolução de outras situações.




MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  Fredson Navarro e Daniel Soares Do G1 SE

Após derrotar câncer por 2 vezes, menino morre de infecção hospitalar

                Aos nove anos, Jamie Cartwright morreu após inalar poeira de reforma do hospital

 O estudante Jamie Cartwright, de nove anos, que venceu a leucemia por duas vezes morreu após contrair uma infecção pulmonar causada pelas obras que estavam sendo realizadas no hospital onde estava internado na Inglaterra.

De acordo com o hospital, o menino contraiu a infecção pulmonar após inalar a poeira que vinha da obra.  Em poucos dias, Cartwright desenvolveu abcessos nos pulmões que se romperam e levaram a uma hemorragia cerebral.

A mãe do menino, Vicki Cartwright, afirmou que chegou a notar a poeira nos corredores da ala do hospital em que seu filho estava internado. Mas, segundo ela, quando demonstrou aos médicos sua preocupação, eles disseram que não havia nenhum risco.

Com noiva prestes a morrer, homem organiza casamento em 24 horas

― Isso não pode acontecer, uma reforma num hospital colocar a vida dos pacientes em risco. Esperamos que a morte do meu filho sirva de lição para melhorar a estrutura dos hospitais.

De acordo com as informações do site Daily Mail, a família processou o hospital, que foi multado e teve um prazo de dez anos estipulado para realizar melhoras nas estruturas do prédio.





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte: R7.com

domingo, 25 de maio de 2014

Manifestações em defesa das 30 horas semanais da enfermagem

 
Pelas 30 horas da enfermagem: Compartilhe e venha fortalecer a nossa luta em Brasília, no dia 27.05 com um só grito só: DILMA, 30h. Já! Veja na FanPage da Mobilização, clique aqui!


 
Luciano Nunes discursando na Câmara Federal, ao vivo na TV Câmara, em defesa das 30 horas da enfermagem. Excelente discurso, desenvoltura e presença.
Já! Veja na FanPage da Mobilização, clique aqui!


 
 
Ligue para a Câmara dos Deputados Federais e manifeste-se a favor da aprovação do PL 2295/2000. Agora é hora. Comissão Geral que trata da regulamentação das 30h. semanais da enfermagem. 



 



MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte: 

Justiça suspende contratação temporária de profissionais da saúde pela UFTM


A determinação havia sido imposta após uma Ação Civil Pública, em 2010, mas, para o desembargador, tal fato não é realidade após a contratação da nova empresa gestora do HC/UFTM

O Tribunal Regional da 1ª Região suspendeu a execução da antecipação de tutela concedida pela 1ª Vara Federal. Publicada pelo JU, a determinação visava à contratação dos profissionais via processo seletivo simplificado, até a efetivação do concurso público. Dessa forma, ele aponta como um “cumprimento de providências à efetivação do direito à saúde”.

A decisão foi obtida após uma ação imposta pelo Ministério Público Federal (MPF) em 2010. Com o parecer, a universidade seria obrigada a tornar emergencial a contratação de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem em, no máximo, 60 dias.

Na época, MPF destacou que o HC/UFTM é referência em saúde pública e atende a cerca de 27 municípios do Triângulo Mineiro, com uma população de quase um milhão de habitantes, e que apresenta problemas com a falta de profissionais de enfermagem, por isso, a ação.
Entretanto, o desembargador federal Cândido Ribeiro derrubou essa determinação. Para ele, a tutela antecipada gera grave lesão à economia pública. Ele reforça que, na época da ação, a UFTM ainda não havia se manifestado para a contratação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que, por sua vez, foi criada em 2011.

Logo após a contratação, foi realizado concurso para selecionar e contratar profissionais para o preenchimento das vagas ociosas de enfermeiros e técnicos de enfermagem e que esses candidatos no certame já serão convocados.

Por fim, o desembargador esclarece que o “o próprio gestor está atento às necessidades do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, buscando um padrão desejável à concretização das suas atividades afins, que é o atendimento à saúde da população”. (SA)





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.jornaldeuberaba.com.br

Sindicato de Enfermagem de Goiás participa de reunião sobre plano de cargos e salários em Aparecida de Goiânia


 Manifestação em apoio pela 30 horas semanais

Elcione Gonçalves, presidente do Sindicato de Enfermagem do Estado de Goiás (Sienfego), foi até a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, ontem, juntamente com agentes de saúde, para se reunir com o chefe de governo da cidade e tratar sobre o plano de cargos e salários dos profissionais da área. O chefe de governo afirmou que em até oito dias o projeto será encaminhado para votação, e articulará com vereadores da base para que seja votado o mais rápido possível.

“Os profissionais serão beneficiados com progressão, gratificações e tudo o que é esperado pelos técnicos e auxiliares”, afirma Elcione.

O presidente do sindicato afirmou que o sindicato foi procurado pela categoria para que a representasse. É um sindicato que foi criado há pouco tempo e que vai estar abraçando as categorias de auxiliares e técnicos de enfermagem.

Elcione afirmou que a base atingiu mais de 28 mil técnicos de enfermagem em todo o Estado. “A gente tem o apoio de alguns políticos e tem abraçado a causa”, disse.

Max Nascimento, diretor do Sienfego,  afirma que o deputado estadual Simeyzon Silveira (PSC) tem dado apoio à causa e à estrutura necessária. “Ele quer o nosso crescimento, pois é um deputado preocupado com a saúde. E ele percebeu que é uma luta séria. A visão dele é de que as coisas evoluam na saúde do Estado”.

O diretor afirma que a saúde em Goiás, hoje, está sucateada e que, se os políticos não olharem da forma correta, “podemos dizer que a saúde está na UTI. Principalmente os profissionais de saúde. Queremos chegar no tempo em que não se ouvirá dizer que houve erro de profissionais da saúde”, afirmou.

Ele afirma que tem profissionais em Aparecida de Goiânia hoje que não têm horário de almoço e não conseguem as folgas necessárias. “Mas esperamos que isto melhore o mais rápido possível”, diz.


Deixe o seu comentário no espaço abaixo!




MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  Diário da Manhã Carlos Freitas

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Estados e municípios têm até o dia 30 de maio para comprovar gastos com saúde

 
                   Estados e municípios têm até o dia 30 de maio para comprovar gastos com saúde

Caso o prazo não seja cumprido, as transferências dos fundos de participação dos estados e municípios serão suspensas

O prazo para estados e municípios repassarem informações sobre aplicações mínimas em saúde ao Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) vai até o dia 30 deste mês. O prazo anterior era até o dia 1º de março, mas foi prorrogado por decreto publicado no Diário Oficial da União no dia 7 do mesmo mês.

Caso os entes federados não cumpram o prazo, terão as transferências constitucionais dos fundos de participação dos estados (FPE) e municípios (FPM) suspensos no primeiro decêndio de junho.

A Constituição Federal de 1988 determina que os governos estaduais devem investir 12% da receita corrente bruta em saúde e os municípios 15%. A demonstração do cumprimento dessa obrigação é também, uma exigência para o recebimento de transferências voluntárias da União, conforme previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000).

SIOPS
O SIOPS é um Sistema de informação que coleta, recupera, processa, armazena, organiza e disponibiliza dados e informações sobre receitas totais e despesas com ações e serviços públicos de saúde, para possibilitar o monitoramento da aplicação de recursos pelos entes da Federação. A consolidação das informações sobre gastos em saúde no país é uma iniciativa de transparência que vem proporcionar a toda a população o conhecimento sobre quanto se tem aplicado na área.

Acesse o Siops aqui





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  Subchefia de Assuntos Federativos – SRI/PR – 16/05/2014

sábado, 17 de maio de 2014

No Dia da Enfermagem, deputado cobra votação das 30h para categoria

Deputado federal Wilson Filho (PTB)

Uma sessão solene em homenagem à Semana da Enfermagem, proposta pelo deputado federal Wilson Filho (PTB), foi realizada nesta segunda-feira (12), na Câmara Federal, em Brasília e contou com a participação de diversos profissionais de enfermagem. Na ocasião, o parlamentar paraibano cobrou a inclusão na pauta para votação do PL 2295/2000, mais conhecido como PL 30 Horas.

De acordo com o deputado, que preside a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Enfermagem na Câmara Federal, a sessão – que ocorreu Dia da Enfermagem - teve o objetivo de ressaltar a importância do trabalho desempenhado pelos profissionais da enfermagem e avaliar a situação atual da categoria no país.

“A enfermagem necessita ser ouvida e precisa, principalmente, de mais respeito. É uma categoria tão importante para a saúde do país, mas que está sendo desvalorizada. O enfermeiro tem papel fundamental no educar  para a saúde e no cuidado com os pacientes. O momento é de celebração, mas não sei se a categoria tem muita coisa para comemorar”, comentou Wilson Filho.

A luta pela jornada de trabalho de 30 horas para trabalhadores da área da saúde foi um dos temas discutidos na sessão. O deputado lembrou que há mais de uma década os profissionais lutam e cobram a aprovação do Projeto de Lei do Senado 2.295/2000, mais conhecido como PL 30 Horas, que estabelece a jornada máxima de 30 horas semanais para os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

O deputado tem promovido debates, discursos e articulado em Brasília mobilizações 
em defesa dos Enfermeiros

“A valorização da enfermagem deve ser feita. Estou junto com os profissionais da saúde nesta luta, pois a redução da carga horária irá aumentar a oferta de trabalho e também diminuir o estresse no exercício da atividade, resultando em melhoria na assistência e humanização dos serviços prestados”, ressaltou Wilson Filho lembrando que a redução da jornada de trabalho é essencial para garantir o bom desempenho da profissão.

Wilson Filho tem promovido debates, discursos e articulado em Brasília mobilizações em defesa dos Enfermeiros e reconhece que aprovação do PL 30 Horas deve ser urgente. “Vou continuar usando o meu mandato para defender a categoria. A votação do projeto deve ser o mais rápido possível”, falou.






MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.pbagora.com.br

Enfermeira fala da profissão durante evento de capacitação em Porto Velho

 Instrutora durante mini curso (Foto: Suzi Rocha/G1)

Telma é técnica há 5 anos e agora estuda para ser enfermeira.
Capacitação é promovida por faculdade particular em parceria com Samu.

"Minha escolha é por paixão. Não me vejo fazendo outra coisa", garante a técnica de enfermagem Telma Beleza Matos, de 31 anos - casada e mãe três filhos, um deles autista. Ela é aluna do quarto período de enfermagem em uma faculdade particular de Porto Velho  e aproveita a semana em que se comemora o Dia da Enfermagem para buscar mais conhecimento.

Telma conta que ao escolher enfermagem foi preciso abrir mão de muitas outras coisas. "A dedicação é grande, mas para quem ama essa área é gratificante demais, poder ajudar, socorrer uma pessoa. Por isso a gente supera a má compreensão do marido, que muitas vezes não entende o ritmo dos plantões, a crise de achar que não estamos dando a atenção necessária para os filhos, é um turbilhão de emoções", conta a técnica de enfermagem, entre risos e com bom humor.

Desde a segunda-feira (12), Telma participa da '2ª Semana de Enfermagem', evento realizado por uma faculdade particular e pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

 Aberta ao público, o seminário tem a programação composta por palestras, mesas redondas e minicursos. A coordenadora do Samu de Porto Velho, Mara Benedicta de Rezende Monte Correia, disse que a é oportunidade de mais aprendizagens para os participantes. "A instituição inclusive tem em seu quadro professores enfermeiros do Samu. É uma troca de informações positiva e constante entre nós e os acadêmicos, que acontece não só na semana do enfermeiro, mas o ano todo", disse Mara.

Mário Jorge Freitas Santiago, de 33 anos, estudante de enfermagem, diz que é uma chance para trocar experiências e aprimorar o currículo. "Participei da primeira semana, no ano passado e pretendo me inscrever em todas daqui para frente, mesmo depois que estiver formado”, afirmou Mário.

A enfermeira Lisséia Cristiana Souza do Vale ministra um dos cursos no evento. Ela destaca a possibilidade de enriquecimento para a vida profissional dos alunos e para quem já atua na área da saúde. "Prepara o aluno para as situações da vida, do cotidiano, para que quando ele entre no mercado tenha noções de como é a rotina de um ambiente hospitalar, numa unidade básica de saúde, em diversas situações que a vida pode lhe apresentar inclusive na vida pessoal", diz Lisséia.

Segundo a coordenadora do curso de enfermagem da instituição que promove o evento, Cláudia Jarina Aires Pereira, o tema escolhido foi "A inserção do enfermeiro no serviço pré-hospitalar". Os interessados devem doar, no ato da inscrição, 1 quilo de alimento não perecível que será doado para instituições de caridade da capital.  g1.globo.com/ro/rondonia


Estudantes indígenas põem em prática conhecimentos do curso técnico de enfermagem no Jets

Para a turma do 4º ano do ensino médio técnico em Enfermagem, a experiência serve para por em prática o que aprenderam em sala de aula

Além de participarem como atletas dos Jogos Estudantis do Tocantins (Jets), alunos do Centro de Ensino Médio Indígena Xerente (Cemix) Warã, em Miracema, a 78 km de Palmas, também auxiliam no atendimento aos estudantes que necessitam de primeiros socorros.

Para a turma do 4º ano do ensino médio técnico em Enfermagem, a experiência serve para por em prática o que aprenderam em sala de aula. O trabalho dos alunos nos Jogos é supervisionado pelo coordenador do curso de enfermagem, professor Yuri Couto Viana. “Eles estão aptos a realizar o atendimento inicial, realizando os primeiros socorros. Em casos mais graves chamamos a ambulância e acompanhamos o paciente até o hospital. Esta é a segunda turma concluinte, mas é a primeira vez que os alunos vêm auxiliar nos Jets”, ressalta. 

Um dos estudantes de enfermagem que estão atuando nos Jogos é Romário Srwasde Xerente. Ele conta que sempre se interessou pela área da Saúde e poder participar da competição foi uma grande oportunidade.  “Para nós é um privilégio estar aqui dando assistência nos Jets. Esses quatro anos aprendemos para isso e ao mesmo tempo em que colocamos em prática também aprendemos mais”, enfatiza o estudante, que já planeja cursar também Medicina e ajudar a comunidade indígena.

Sobre os Jogos

As fases regionais dos Jogos Estudantis estão sendo realizadas desde o fim do mês de abril e seguem até 6 de junho. Ao todo, as competições foram divididas em 10 regionais e, após a classificação dos alunos nesta etapa, será realizada a fase estadual dos Jogos e definição dos vencedores dos Jogos em 2014.




MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  http://esporte.surgiu.com.br

Penedo: técnica em enfermagem leva tiro no rosto durante assalto

Unidade de Emergência do Agreste


Um veículo de transporte complementar que faz a linha Piaçabuçu/Penedo foi assaltado na manhã desta sexta-feira (16), no povoado ‘Penedinho’, distrito pertencente à cidade ribeirinha. Na ação criminosa, uma mulher que reside em Penedo foi atingida por um disparo de arma de fogo no rosto.

Segundo as informações colhidas com a 7ª Delegacia Regional de Penedo (DRP), inclusive com uma vítima do assalto, foram dois criminosos, que pegaram o veículo no ponto de apoio de Piaçabuçu.

“Os dois criminosos subiram no ponto de apoio. E o micro-ônibus seguiu seu percurso normal até Penedo. Quando se aproximou do ponto abrigado que fica na entrada do Penedinho, passageiros deram a mão e subiram. Momento que um dos criminosos perguntou ao motorista, ainda sem anunciar o assalto, se o veículo iria entrar no povoado. O condutor disse que a sua linha não podia fazer esse trajeto. De imediato, o assaltante sacou a arma, apontou para o motorista e o mandou ir para o Penedinho”, narrou uma jovem que estava no veículo, foi assaltada e presenciou o momento do disparo.

Alvo da arma, o assaltante mandou o motorista seguir até a margem do Rio São Francisco, quando chegou, um dos criminosos pegou a bolsa da penedense e técnica de enfermagem, Valdijane Souza Santos, 30 anos, e efetuou o disparo contra seu rosto. Enquanto isso, outro criminoso roubava pertences de mais passageiros.

Ambos correram em direção ao Rio e entraram em um barco motor tipo rabeta. E seguiram em direção à cidade sergipana de Brejo Grande.

Assalto orquestrado

Indícios do crime levam a crer que o assalto foi pensado, estudado, diante dos fatos já levantados pela polícia.

“Conseguimos levantar que os criminosos chegaram ao porto de Piaçabuçu em um barco tipo rabeta. Desceram e foram para o ponto central dos transportes complementares. Possivelmente já tinham estudado os passos da mulher que trabalha no laboratório da cidade. E diante disso, deduziram que ela quando voltava para Penedo, trazia consigo o movimento do caixa. Outro ponto, é que o mesmo barco, foi dar fuga para eles no povoado Penedinho. Então, diante dos indícios, o crime foi orquestrado para roubar Valdijane, e provavelmente no momento de nervosismo, ele efetuou um disparo vindo a feri-la”, observou um agente que atendeu a ocorrência em Penedo e ouviu passageiros do transporte complementar.

Estado de saúde
A técnica de enfermagem Valdijane Souza Santos, 30 anos, que reside no Bairro Dom Constantino, Vila Matias, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Penedo, onde recebeu os primeiros socorros. Em seguida, uma ambulância também do Samu, transferiu a vítima para a Unidade de Emergência do Agreste (UE), em Arapiraca.

O projétil entrou pelo lado esquerdo do rosto, saiu pelo lado direito e parou no ombro. Em contato com a UPA de Penedo, nos foi passado que ele não corre risco de morte. Porém, seu quadro inspira cuidados. E que ainda nesta tarde (16),Valdijane vai se submeter a procedimento cirúrgico buco maxilo facial.





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.alagoas24horas.com.br



Fundação Saúde/RJ: Saiu edital com 286 vagas. Prazo abre nesta terça, dia 13

Foi divulgado nesta segunda, dia 12, o edital do concurso da Fundação Saúde. A seleção é destinada ao preenchimento inicial de 286 vagas. As oportunidades contemplam diversos cargos dos níveis médio/técnico e superior. O destaque do concurso são as 185 vagas para área de Enfermagem, sendo 70 para técnico em enfermagem (médio/técnico) e 115 para enfermeiro geral (superior). No nível médio/técnico, há oportunidades para os cargos de técnico em farmácia, técnico em laboratório, técnico em saúde bucal e técnico em segurança do trabalho. Os graduados poderão concorrer ainda às oportunidades de nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, assistente social, farmacêutico e médico (em diversas especialidades).

Os vencimentos variam de R$1.210,93 a R$6.077,43. As inscrições serão recebidas a partir das 9h desta terça, 13 de maio, com atendimento aos interessados até o dia 25 deste mês, no site da Fundação BioRio, organizadora da seleção. As taxas são de R$50 (médio/técnico) e R$85 (todos as funções de nível superior). As provas objetivas estão previstas para o dia 15 de junho, e serão aplicadas nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói, Nova Iguaçu e São Gonçalo, no turno da manhã e com duração de quatro horas. O prazo de validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período, o que possibilitará um bom número extra de convocações, além das vagas inicialmente abertas.







MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte: blog.euvoupassar.com.br

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Profissionais de Enfermagem lutam pela aprovação do PL 30 Horas

Antonio Faleiros Filho, médico do Trabalho e ex-secretário de Estado da Saúde

Enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem de todo país promovem nesta semana, de 12 a 20 de maio, a 75ª Semana Brasileira de Enfermagem. Neste período, comemora-se o Dia do Enfermeiro (12/5) e o Dia dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (20). O tema escolhido para este ano foi “Protagonismo da Enfermagem no processo de cuidar”. 

Quem escolhe e dedica sua vida a esta profissão, sabe que tem em suas mãos uma grande responsabilidade: manter a saúde e preservar a vida de outra pessoa. Muito além de prestar assistência integral ou cuidar diretamente do paciente, o enfermeiro exerce hoje papel principal na área da saúde. Ele coordena equipes, lidera pesquisas e participa de discussões determinantes nas questões ligadas à promoção da saúde e prevenção de doenças.

É impossível pensar em um hospital sem a presença da equipe de Enfermagem. Seu trabalho garante a melhora da qualidade de vida do paciente e ainda é referência para os familiares e acompanhantes.

Em Goiás, segundo o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-GO), a classe engloba 43.978 profissionais, sendo 10.926 enfermeiros, 27.341 técnicos de Enfermagem e 5.711 auxiliares de Enfermagem. No Brasil são mais de 1,5 milhão de profissionais.

Atualmente, a maior luta dos profissionais de Enfermagem é a aprovação da jornada máxima de 30 horas semanais. Uma reivindicação que já dura mais de dez anos. Com a aprovação do Projeto de Lei do Senado 2.295/2000, mais conhecido como PL 30 Horas, os trabalhadores da área deixarão de cumprir a carga horária de 44 horas semanais. As 30 horas são, inclusive, uma recomendação da Organização Internacional do Trabalho (OIT), argumentando que o impacto será positivo tanto para a saúde dos trabalhadores quanto dos pacientes.

No campo das conquistas, a classe em Goiás tem conseguido que novos profissionais sejam contratados, através de ações promovidas pelo Coren-GO em parceria com o Ministério Público, com o objetivo de reduzir o alto déficit de profissionais.

Além da dedicação diária em seus postos de trabalho, em 2014, todos os enfermeiros, técnicos e auxiliares tem uma outra importante atribuição: participar da eleição do Sistema Cofen/Corens, que acontece no dia 14 de setembro. É através deste pleito que vocês terão o poder de escolher quem melhor defenderá seus direitos, atuará por mais conquistas para a categoria e os representará nas grandes discussões com o governo, instituições e empresas. Para qualquer conquista classista é fundamental que os profissionais se mobilizem, estejam presentes nas assembleias e discussões e, claro, participe das eleições.

Ademais, quero aqui parabenizar todos os enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem de Goiás pelo brilhante papel que exercem cotidianamente com precisão, vocação e, sobretudo, dedicação. Não imaginaria a minha atuação como médico e como gestor da área da saúde sem contar com o trabalho e o apoio desses profissionais.





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.dm.com.br -  Por Antonio Faleiros Filho

segunda-feira, 12 de maio de 2014

XVI Semana de Enfermagem começa hoje

Hospital da Providência

Diversas palestras e orientações de profissionais de fora irão ocorrer durante o evento

O Hospital da Providência realiza a partir de hoje a XVI Semana de Enfermagem. As atividades têm início com a missa de abertura e seguem até o final da semana com as confraternizações do departamento de Enfermagem. Também estão incluídas na programação, atividades como cursos de imagem pessoal e o ciclo de palestras.

Ciclo de Palestras – Na terça-feira(13), acontecerá o ciclo de palestras. Os temas são: Motivação; Ética; Atendimento ao Cliente e Prontuário Eletrônico. A participação nas palestras é restrita aos colaboradores do HP e MI. Todas as vagas foram preenchidas.

Coren – Outro destaque do evento será a presença de uma equipe do COREN – Conselho Regional de Enfermagem, na instituição, prestando atendimento aos profissionais. O atendimento será aberto a todos os profissionais que queiram tirar dúvidas, regularizar seu registro, entre outros.

Curiosidade – Entre os dias 12 e 20 de Maio comemora-se mundialmente a Semana de Enfermagem. No Brasil, ela foi instituída nos anos 40. No dia 12 é comemorado o Dia do Enfermeiro, em alusão a data de nascimento da enfermeira de guerra Florence Nightingale. Já o Dia do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem é celebrado no dia 20, em referência a Ana Néri, primeira enfermeira brasileira a se alistar voluntariamente em combates militares.





MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.tnonline.com.br

Plantão na Assembleia: Profissionais de enfermagem prometem acampar por cinco dias na ALMG


 Interior da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Primeiros manifestantes já começam a chegar no Hall das Bandeiras com barracas e colchões; grupo pede pela aprovação de projeto de lei que institui piso da categoria

Enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares e estudantes da área prometem acampar no Hall das Bandeiras, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) durante a Semana da Enfermagem, que vai desta segunda-feira (12) até a sexta-feiera (16). A categoria pede pela aprovação da Projeto de Lei 3.195/2012 que institui o Piso Regional da Enfermagem, com o movimento “Venha das plantão na Assembleia”. Os primeiros manifestantes já começam a chegar no local com barracas e colchões.

 Caso o projeto seja aprovado, enfermeiros dos setores público e privado passarão a receber R$ 5.450, os técnicos R$ 3.815 e os auxiliares R$ 2.725. O projeto será discutido na próxima quarta-feira (14), junto aos deputados estaduais, em audiência pública.

De acordo com a Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais do Estado de Minas Gerais (Asthemg), a luta da categoria já dura dois anos. A Polícia Legislativa acompanha a manifestação que é pacífica, segundo a assessoria de imprensa da ALMG. 






MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  www.otempo.com.br Por Fernanda Viegas

Workshop sobre o renascer a enfermagem encerra no hospital Américo Boavida


O Dia Internacional do Enfermeiro, assinalado a 12 de Maio, em vai ser marcado pelo encerramento do Iº Workshop de enfermagem sob “O renascer a enfermagem”, divulgou a RNA.

O Workshop, aberto no passado dia 8 de Maio, abordou os temas os temas: “O renascer a enfermagem, visão e perspectivas, ética e humanização nas instituições hospitalares, abordagem do doente critico na Urgência, entre outros.

Na abertura do encontro, a medica Constantina furtado, directora geral do hospital Américo Boavida ressaltou a importância do papel do enfermeiro no sector da saúde.

“Um hospital que não tenha enfermeiros não é hospital, porque quem presta cuidados aos doentes são os enfermeiros, quem está no dia-a-dia com o doente é o enfermeiro. O renascer tem um sentido grande, por isso, penso que a classe ao escolher este lema teve a plena consciência que a profissão exige responsabilidade, comprometimento com o que escolheram”, destacou.






MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  Rádio Luanda www.rna.ao

domingo, 4 de maio de 2014

Deputado defende 30 horas para enfermagem na Tribuna da Câmara

                                     O deputado João Ananias defende jornada de 30 horas para enfermagem

O deputado federal João Ananias, voltou a defender a a jornada de 30 horas para os trabalhadores e trabalhadoras da enfermagem na Tribuna da Câmara na última terça-feira (29).

O parlamentar ressaltou que é fundamental para a categoria que o projeto de Lei 2295/00, que regulamenta a jornada de 30 horas semanais para os profissionais da Enfermagem – enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, seja aprovado. “Esses profissionais trabalham em situação de estresse permanente e convivem com o sofrimento dos pacientes. Portanto, tem meu apoio nessa luta”.

João Ananias foi um dos deputados federais que recebeu A Carta Aberta elaborada pelas entidades que integram o Fórum Estadual 30 Horas. Em um dos trechos da Carta os profissionais ressaltam que “Trabalhamos com vidas, lidamos com pacientes muitas vezes em estado grave ou terminal, também somos gente e sofremos impactos com a situação que nos cerca. Merecemos uma jornada diferenciada, pois o nosso trabalho acaba sendo mais desgastante que em outras áreas e, consequentemente, necessitamos de mais repouso para nos recompor e atender a população com qualidade máxima”. Outra vantagem seria mais tempo para aperfeiçoamento profissional.

Discurso na íntegra

Mais uma vez volto a esta Tribuna para defender a inclusão na pauta desta Casa do Projeto de Lei nº 2295/00 que regulamenta a jornada de trabalho de 30 horas semanais para a Enfermagem. Projeto este que beneficiará não apenas Enfermeiros (as), mas também os Técnicos e Auxiliares de Enfermagem.

Estive ontem a tarde em reunião na sede do Sindsaúde, em Fortaleza, sob o comando da Presidente, Martinha e toda a direção daquele atuante sindicato, da representante da CTB, Enfermeira Ana Paula, juntamente com o Senador Inácio Arruda, o Deputado Chico Lopes, ambos do meu Partido o PCdoB.

Nos foi entregue uma "Carta Aberta aos Deputados Federais", pelas mãos também da Presidente do COREN (Conselho Regional de Enfermagem). Nela estão contidas sobradas razões para que aprovemos este PL, que contribuirá com a melhoria da qualidade de vida de milhares de profissionais que prestam tantos serviços ao SUS e ao povo brasileiro.

Era só Sr. Presidente






MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
Fonte:  Assessoria do deputado federal João Ananias

Câmara assina moção de apoio à redução da carga horária de enfermeiros

 
Os vereadores da Câmara Municipal de Dourados assinaram na sessão da última terça-feira (29), uma moção de apoio e solidariedade a aprovação do projeto de lei (PL) 2295/2000, que reduz a carga horária de enfermeiros de 44 horas para 30 horas semanais. A moção foi proposta pela vereadora Délia Razuk, que convidou os demais vereadores para assinarem o documento em apoio ao projeto, que será votado pelos deputados na Câmara Federal, entre os dias 8 e 12 de maio.

Délia explica que a redução da carga horária irá reconhecerá a importância dos profissionais de enfermagem, que tem enormes responsabilidades no desenvolvimento de suas funções, além disso, vai significar a abertura de 21.965 novos postos de trabalho, com um impacto financeiro muito pequeno, de apenas R$ 259,4 milhões anuais. “Os enfermeiros são verdadeiros anjos da guarda, e quase não descansam, essa carga horária de 30 horas é mais que justa para o que eles representam dentro de um hospital”, considera a vereadora.

A jornada de trabalho de 30 horas para a enfermagem, já foi implementada em alguns estados como: Santa Catariana, Distrito Federal, Amapá, Rio Grande do Norte, Paraíba, Tocantins e Rio de Janeiro. Assim como as cidades de Curitiba, Natal, Rio de Janeiro, São Bernardo do Campo, entre outros. “A redução da carga horária aproximará a realidade brasileira de nações que já trabalham com jornada inferior a 40 horas semanais, a exemplo do Canadá”, explica Délia.

Segundo a OMS, o Brasil se encontra no subgrupo de países com número insuficiente de enfermeiros necessários para o atendimento da população. A agência da ONU sugere serem necessários quatro profissionais de enfermagem para cada mil habitantes – no Brasil, a proporção é de apenas 0,99 para cada grupo de mil.

Entidades representativas dos enfermeiros já fecharam compromisso com o governo de aceitar uma redução escalonada da jornada de trabalho dentro de um período de cinco anos e, por enquanto, excluir da nova legislação os profissionais que atuam no Programa Estratégia Saúde da Família. (Assessoria Parlamentar)







MONAENF - Mobilização Nacional da Enfermagem
Blog MONAENF:  http://bit.ly/MobilizacaoEnfermagem
Facebook: http://bit.ly/MobilizacaoDaEnfermagem
Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/mobilizacaodaenfermagem
YouTube: www.youtube.com/EnfermagemNet
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...